O aleitamento materno

A amamentação é um momento único e mágico e uma vez estabelecida, é fácil para a maioria das mães e bebés, tornando-se uma experiência aprazível. Porém, nos primeiros dias, mãe e bebé precisam ambos de aprender como o fazer. Lembre-se que as pequenas dificuldades podem ser ultrapassadas com algumas estratégias.

O seu leite é perfeito para o seu bebé e adapta-se às suas necessidades, estando em constante mutação. A maioria dos bebés não precisa de mais nenhum alimento ou bebida até cerca dos 6 meses de vida.

O aleitamento materno tem inúmeras vantagens para o seu bebé:

o   previne infeções gastrointestinais, respiratórias e urinárias;

o    tem um efeito protetor sobre as alergias;

o   permite uma melhor adaptação a outros alimentos;

o   diminui a prevalência da diabetes, obesidade e doenças cardíacas.

Mas a amamentação é também benéfica para a mãe, tendo como vantagens:

o   facilitar a involução uterina mais precoce;

o   associar-se a uma menor probabilidade de ter cancro da mama;

o   ser um meio de alimentação mais barato e seguro;

o   ajudar na perda de peso.

O aleitamento materno deve ser praticado em regime livre, sem intervalos noturnos, sem suplementos de outro leite, nem complementado com qualquer outro tipo de comida.

A duração da mamada não é importante, pois a maior parte dos bebés mamam 90% do que precisam em 4 minutos. Alguns bebés prolongam mais as mamadas, por vezes até 30 minutos ou mais. No entanto, o que interessa é perceber se o bebé está a obter leite da mama da mãe e não a utilizá-la como chupeta, pois isto pode macerar os mamilos, criar fissuras e levar a mãe a desistir da amamentação.

Quando o bebé está mesmo a mamar, a sucção é mais lenta, as bochechas ficam cheias de leite e/ou, muitas vezes, ouve-se o bebé a engolir o leite.

O horário da mamada não é o mais importante, pois o bebé deve ser alimentado quando tem fome – regime livre. Quando um bebé tem fome acorda para comer, e este alerta é importante para uma melhor ingestão de leite materno. No entanto, durante o primeiro mês de vida, não se deve deixar o bebé dormir mais de 3 horas seguidas.

Quando um bebé começa a mamar na mama da mãe, o primeiro leite que obtém é mais rico em água e lactose, e à medida que a mamada prossegue, o leite vai tendo cada vez mais gordura. O importante é que o bebé esvazie uma mama em cada mamada, para assim obter todos os nutrientes do leite. Primeiro deve esvaziar uma mama e só depois disso, se continuar com fome, é que se passa para a segunda mama. Esvaziar a mama é um dos segredos para uma maior produção de leite.

Todas as mães se preocupam muito com os alimentos que devem comer. As mães deverão praticar uma dieta saudável e variada, evitando comer grandes quantidades de qualquer alimento ou alimentos mais alergizantes ou que possam excitar o bebé. Porém, o que é mais importante é a ausência de stress, pois este é um grande inimigo da lactação, dado que impede a ejeção do leite, que fica assim retido na mama.

Quanto mais der de mamar, mais leite terá e mais fácil será. Estamos aqui para si sempre que necessitar de auxílio e aconselhamento na amamentação.

Leave a Comment