Extração e conservação do leite materno

Com o passar do tempo pode sentir necessidade de extrair o seu leite por diversos motivos:

– auxiliar o seu bebé a prender-se a uma mama cheia de leite (ingurgitada);

– se sentir as suas mamas cheias e desconfortáveis;

– se o seu bebé for demasiado pequeno ou estiver demasiado doente para que o possa amamentar;

– se tiver que se afastar do seu bebé por mais de uma ou duas horas;

– se estiver para regressar ao emprego.

Há 3 métodos principais para extrair o seu leite: à mão, com uma bomba manual ou com uma bomba elétrica. Qualquer que for o método que preferir, é importante que antes de começar lave bem as suas mãos. Todos os recipientes, garrafas e peças da bomba, deverão ser lavados em água quente, com sabão (não utilize detergentes concentrados), e posteriormente enxaguados com água quente.

Para facilitar a extração do leite escolha um local tranquilo, onde possa relaxar e se sinta confortável. Pode beber uma bebida morna, ouvir música e olhar para o seu bebé (ou para uma fotografia). Massaje, suavemente a mama com as pontas dos dedos ou com o punho cerrado, em movimento circulares e no sentido dos mamilos. Evite deslizar os dedos ao longo das mamas, pois isso pode causar danos à pele.

Este movimento pode promover a libertação de hormonas que, por sua vez, estimula as suas mamas a produzirem e libertarem o leite. À medida que se for habituando a extrair o seu leite, verá que uma preparação assim tão cuidadosa cedo deixará de ser necessária. Tal como acontece com a própria amamentação, com a prática tudo se torna mais fácil.

O leite materno pode ser guardado no frigorífico, a uma temperatura de 2-4 °C, até 4 dias na parte mais fria do frigorífico. O leite materno pode conservar-se durante 2 semanas, congelado, se o congelador estiver dentro do frigorífico; 3 meses no congelador (porta separada) ou 6 meses numa arca frigorífica.

Para congelar leite materno poderá utilizar qualquer recipiente de plástico (existem sacos de congelação e recipientes rígidos) desde que este disponha de uma vedação hermética e sem bisfenol. Lembre-se de colocar a data em todos os recipientes e colocá-los por ordem de antiguidade. Os recipientes devem ser guardados nas prateleiras e não na porta do frigorífico, pois com a abertura constante da porta a temperatura torna-se menos estável. Se tiver de transportar o leite deve usar um saco térmico para o efeito. Nunca junte leite acabado de extrair ao leite já frio ou congelado.

Quando pretender descongelar o leite, consuma em 1º lugar o guardado há mais tempo. Prefira uma descongelação lenta dentro do frigorífico. Após descongelado, consuma o leite nas 24 horas seguintes e não volte a congelar. Não utilize o micro-ondas para descongelar o leite de forma rápida, é preferível colocar o recipiente debaixo de água morna. Inutilize leite que aqueceu e não consumiu ou leite com mau odor. Aqueça o leite em banho-maria ou debaixo de água quente e não no micro-ondas, pois o aquecimento aqui pode não ser uniforme e queimar a boca do bebé.

Esperamos ter resolvido algumas das suas dúvidas sobre a extração e conservação do leite materno.

Leave a Comment