10 mitos sobre a gravidez

São muitas as dúvidas e os receios que surgem na gravidez. Associados muitas vezes às histórias e mitos que ouvimos ao nosso redor. É importante desmistificá-las para que tenha uma gravidez tranquila e saudável. Alguns mitos sobre a gravidez:

“Tenho de comer por dois.”

O fato de estar grávida não significa que deva comer a dobrar. Basta consumir mais cerca de 300 calorias diárias para a satisfazer a si e ao seu bebé. É fundamental manter uma dieta saudável e equilibrada para evitar o aparecimento de diabetes gestacional ou hipertensão arterial.

“Estou com azia, por isso o meu bebé vai nascer cabeludo.”

Não existe qualquer relação entre a presença de azia e a quantidade de cabelo que o bebé vai ter. A azia está relacionada com as alterações a nível hormonal que por sua vez afetam a mobilidade do sistema gastrointestinal e a tolerância a determinados alimentos. Por outro lado, no final da gravidez, o maior volume do útero pressiona o estômago que leva a abertura do esfíncter esofágico. Fracione as refeições para evitar a azia.

“Não posso ter relações sexuais durante a gravidez.”

A gravidez e as relações sexuais não são incompatíveis e não apresentam risco físico para a mãe ou para o bebé. Afinal ele encontra-se protegido no interior do útero, dentro do líquido amniótico. Poderá ter é de adaptar as posições pelo desconforto do tamanho da sua barriga. Converse com o seu companheiro.

“A melhor altura para a grávida viajar de avião é no primeiro trimestre.”

O melhor período para a grávida viajar é durante o segundo trimestre, pois o risco de aborto espontâneo é menor, a grávida sente-se bem (regra geral), o sono e os enjoos diminuíram e ainda tem bastante mobilidade (pois o volume da barriga ainda é pequeno).

“Pintar o cabelo faz mal ao bebé.”

Pintar o cabelo não traz qualquer problema de saúde para o seu bebé. No entanto, o cheiro dos produtos pode causar náuseas à grávida, pelo que deve dar preferência a produtos sem amoníaco e optar por espaços bem ventilados.

“Quando a barriga é redonda, nasce menina, e quando é pontiaguda, nasce rapaz.”

O sexo do bebé não depende do tamanho ou formato da barriga.

“Se a grávida tem muitos enjoos, é de certeza uma menina.”

Os enjoos estão relacionados com os níveis elevados de hormonas e com as alterações fisiológicas que ocorrem no sistema digestivo. Nem todas as mulheres têm enjoos e é algo que depende da sensibilidade individual da mulher ao aumento hormonal.

“O exercício físico prejudica a gravidez.”

A atividade física não acarreta riscos para a grávida, nem para o bebé. É natural que tenha de adaptar as atividades que fazia antes da gravidez. Aconselhe-se com um profissional de saúde sobre quais os exercícios mais adequados.

 

“A grávida não pode apanhar sol.”

Pode apanhar sol, mas deve cumprir as regras de segurança como qualquer pessoa. Utilize proteção solar adequada, evite as horas de maior calor e beba muita água.

“A grávida desequilibra-se mais facilmente.”

Sobretudo no 3º trimestre devido às alterações posturais que ocorrem durante a gravidez, bem como o aumento do tamanho da barriga, o centro de gravidade altera-se o que leva a uma maior desequilíbrio. O risco de queda aumenta.

Leave a Comment