O bê-à-bá da amamentação

Já de certo ouviu falar das inúmeras vantagens do aleitamento materno em exclusivo até aos 6 meses, quer para o seu bebé quer para si. Nunca é de mais recordar…o aleitamento materno previne infeções gastrointestinais, respiratórias e urinárias, tem um efeito protetor sobre as alergias, permite uma melhor adaptação a outros alimentos, diminui a prevalência da diabetes, obesidade e doenças cardíacas no futuro. Por outro lado, é benéfico para a mãe, pois ajuda na involução uterina, diminui a probabilidade do risco de cancro da mama, é barato e de rápida preparação e ajuda na perda de peso.

Mas nem sempre corre como planeado. Seguem algumas dicas de como deve dar de mamar. Para quem já leu e pesquisou sobre o assunto pode sempre aproveitar para recordar.

Primeiro que tudo, é importante refletir sobre a posição e a pega do bebé. Pode dar de mamar em qualquer posição, desde que seja confortável para si (sentada, deitada de lado, …). Tenha atenção para não espremer, nem comprimir a mama. O bebé deve estar todo virado para a mãe (barriga com barriga) e deve ser ele que procura e busca a mama (e não o contrário). O bebé deve abrir bem a boca e sugar não apenas o mamilo mas também grande parte da auréola. Pode direcionar o mamilo para o nariz do bebé pois assim ele terá tendência para abrir mais a boca. O queixo fica colado à mama. Se estiver a ser doloroso, deve retirar a mama e iniciar todo o processo.

Quando o bebé está mesmo a mamar, a sucção é mais lenta, as bochechas ficam cheias de leite (podendo por vezes ver-se leite no canto da boca) e até pode ouvi-lo a engolir o leite.

Quando inicia a mamada o primeiro leite que obtém é mais rico em água e lactose, e à medida que avança, o leite vai tendo cada vez mais gordura. Por isso é importante que o bebé esvazie a mama em cada mamada (para assim obter todos os nutrientes). Não significa que sinta a mama mais mole. Algumas mulheres não sentem as mamas duras. Após esvaziar a mama, deve sempre oferecer a outra (como se fosse a sobremesa). Ele irá decidir se quer ou não mais. Esvaziar a mama é um dos segredos para uma maior produção de leite.

Não se esqueça que deve optar pela livre demanda, isto é, o bebé deve mamar quando lhe apetece e não em horários rígidos.

Quando os bebés estão com fome, tentam aproximar a cara da mama, fazem movimentos de sucção ou colocam as mãos na boca. O choro é um sinal tardio de fome. Numa fase inicial, podem mamar cerca de 8 a 12 vezes (em 24 horas). Ou mais, pois cada bebé é um bebé e tem o seu ritmo de comer. Pode demorar mais ou menos ou querer comer mais vezes.

Esclarecida?

Em jeito de conclusão, para tudo correr bem é importante ter em atenção a pega do bebé, esvaziar a mama durante a mamada, dar de mamar em regime livre. E não se esqueça que quanto mais der de mamar, mais leite vai produzir (lei da oferta e da procura).

Leave a Comment